Garatéa-L - a missão lunar brasileira


O Prof. Lucas Fonseca foi o palestrante convidado em mais uma edição do programa Ciência às 19 Horas, promovido pelo Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP), evento que ocorreu no dia 22 de agosto, no Auditório Prof. Sérgio Mascarenhas.

Lucas Fonseca é CEO da empresa de consultoria Airvantis e Diretor da Missão Garatéa, um projeto que pretende enviar, pela primeira vez na história, uma sonda brasileira para sobrevoar a órbita lunar e coletar dados sobre a superfície, conduzindo experimentos científicos pioneiros com micróbios, moléculas e até células humanas. A ideia é a equipe beneficiar da recente revolução dos designados nanossatélites, mais conhecidos como cubesats, uma aposta que colocará o Brasil entre os pares na exploração espacial.

Aquela que será a primeira missão lunar brasileira está sendo desenvolvida em conjunto com cientistas do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), da USP, LNLS (Laboratório Nacional de Luz Síncrotron), Instituto Mauá de Tecnologia e da PUC-RS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul).

Abordando o tema Garatéa-L - a missão lunar brasileira, Lucas Fonseca - que foi aluno da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC/USP) – aproveitou sua palestra para falar também de seu trabalho na Agência Espacial Europeia e de sua participação – como único brasileiro – na missão Rosetta, que em 2014 logrou pousar, de forma inédita, uma sonda no cometa 67P.

Numa pequena entrevista, Lucas Fonseca explicou os projetos:

 

(Rui Sintra - jornalista)